Buscar
  • Brutal Heavy Metal Store

BLIND GUARDIAN: revelados os detalhes do álbum orquestral Legacy Of The Dark Lands



Prometendo ser um dos projetos mais ambiciosos da história do metal, o próximo lançamento do BLIND GUARDIAN valerá a espera. A ideia de gravar um álbum orquestral surgiu originalmente nas mentes brilhantes do guitarrista André Olbrich e do vocalista Hansi Kürsch durante a década de 1990, quando o BLIND GUARDIAN começou a usar elementos de orquestra para melhorar seu som opulento.


Nos últimos anos, o projeto gigante começou a tomar forma e, paralelamente ao som épico, o conceito lírico foi desenvolvido. Para isso, o BLIND GUARDIAN se baseou no escritor alemão Markus Heitz, cujo novo romance, "Die Dunklen Lande", foi lançado ontem (1 de março). O livro é ambientado em 1629 e contém um prelúdio da composição do álbum "Legacy of the Dark Lands", que será lançado em 1 de novembro.


O primeiro trailer está disponível abaixo.


"É incrível que, depois de 20 anos, possamos realmente terminar este projeto emocionante", afirma Kürsch. "Estou muito feliz e mais do que satisfeito com isso. Cada faixa única revela mundos espetaculares e conta sua própria história. Com este álbum, nosso maior sonho criativo finalmente se torna realidade".


O autor favorito de Kürsch estava igualmente entusiasmado com a colaboração. "É muito louco: como escritor, costumo ouvir BLIND GUARDIAN enquanto escrevo", lembra Heitz. "E anos depois, eu pude trabalhar junto com a banda, o que foi incrível. É incrível, as coisas que podem acontecer às vezes. Claro, eu imediatamente concordei em participar! Essa colaboração criativa é muito especial para mim."


Os dois cultivaram ativamente sua troca criativa nos últimos cinco anos.


"Markus é um ótimo contador de histórias; com 'Die Dunklen Lande', ele criou o cenário perfeito e com o misterioso Nicolas, o personagem perfeito para nossos trabalhos complexos", diz Kürsch. "Sua inventividade parece ser quase infinita. Absolutamente impressionante e muito inspirador."


Ambos os lados contam, à sua maneira, a história do mercenário Nicolas e seu envolvimento na Guerra dos Trinta Anos. Heitz começa a história em seu livro e BLIND GUARDIAN o segue com "Legacy of the Dark Lands".


Qual é o segredo em torno de Nicolas? Será ele capaz de abandonar as correntes da guerra e como estão seus entes queridos? Em "Legacy of the Dark Lands", via BLIND GUARDIAN'S TWILIGHT ORCHESTRA , Olbrich e Kürsch cumprem o desejo de longa data de enfatizar a imposição do canto coral e arranjos orquestrais clássicos. Essa promete ser uma obra diferente de qualquer outra que o quarteto alemão já lançou, ou melhor, uma obra como nunca antes ouvida.



28 visualizações0 comentário