Buscar
  • Brutal Heavy Metal Store

MIKE PORTNOY diz que tocaria com Geddy Lee e Alex Lifeson em um piscar de olhos



Mike Portnoy diz que ele tocaria com Geddy Lee e Alex Lifeson "em um piscar de olhos" se ele fosse convidado a aparecer como substituto do baterista do Rush, Neil Peart.


Lee revelou recentemente que Peart não só deixou de tocar no Rush, mas ele se aposentou totalmente da bateria.


Perguntado se já tinha conversado com Lifeson e Lee sobre trabalhar com eles no futuro, Portnoy respondeu (veja o vídeo abaixo): "Não recentemente. Eu tive uma breve troca de e-mail com Alex, acho que quando Neil anunciou sua aposentadoria.


"A realidade é que esses caras são meus heróis e Neil também, obviamente", continuou Mike. "Eu faria isso em um piscar de olhos se, hipoteticamente, lhe fosse perguntado. Mas eu acho que nem em um milhão de anos isso aconteceria sem os três. Eu amo, respeito e honro Neil tanto...eu nunca iria querer fazer qualquer coisa sem sua bênção. Mas, dito isto, em um mundo hipotético, se a ligação chegar, sim, seria um show dos sonhos para mim.


Quando foi comentado com Portnoy que uma nova colaboração de Lee-Lifeson não seria chamada RUSH, tornando mais fácil para ele uma participação, o baterista disse: "Ei, eu sei as músicas. Eu tenho tocado a minha vida inteira. Na verdade, eu acabei de fazer um tributo muito legal ao RUSH, com uma orquestra de 50 diferentes bateristas, e gravamos um monte de músicas do Rush. Foi muito legal. Isso vai sair nos próximos meses."


O RUSH está completamente inativo desde que completou a turnê "R40 Live" há mais de três anos. Peart estava lutando contra uma enorme dor física durante a maior parte da turnê, incluindo uma infecção no pé que fez com que ele agonizasse até mesmo para andar.


Lifeson e Lee disseram repetidamente que o RUSH nunca fará um show, a menos que os três músicos concordem em participar. Eles não se apresentaram como RUSH sem Peart desde que ele se juntou à banda em 1974. Nos primeiros seis anos de existência do RUSH, John Rutsey esteve por trás da bateria e tocou no LP de estreia da banda.


Portnoy disse anteriormente ao programa de rádio "The Chainsaw Symphony" que ele entendia por que Lifeson, Peart e Lee queriam desistir enquanto ainda estavam no auge de sua habilidade de tocar. "Eu cresci ouvindo RUSH no início dos anos 80, quando eu era adolescente", disse ele. "Neil sempre foi meu herói naquela época e, desde então, sinto-me honrado por termos nos tornado bons amigos e eu aprecio esse relacionamento."


"É triste ver isso acabar, mas você tem que respeitar isso, porque se eles estão com dor física e não podem entregar o que os fãs querem ver, eu respeito que eles saiam enquanto estão no auge", disse Mike. "Eu não gosto quando vejo bandas que são apenas uma lembrança do que costumavam ser, e há algumas que eu vi recentemente que ainda estão em turnê ... Eu não vou nomeá-las, mas em algumas os membros mal conseguem interpretar suas partes, e então eles colocam outros membros que não eram originalmente da banda... então eu não sei, eu prefiro ver uma banda como o RUSH sair por cima e ter boas lembranças do que eles eram capazes."



12 visualizações0 comentário